A primavera deixa Argentina mais colorida

A Argentina é linda o ano todo, não vamos nos opor a uma premissa tão certa. Mas é inegável que desde o final de setembro ela tem um gosto diferente. O sol nasce e aquece os corações pouco a pouco, as flores embelezam as paisagens, os planos ao ar livre redobram as apostas, as bordas recebem visitas magníficas e o calendário está repleto de eventos irrepetíveis. Então, quais são aqueles atrativos turísticos imperdíveis inaugurados pela estação das cores? Para descobrir a resposta leia este artigo. E com certeza vai aumentar o desejo de viajar:

– Fotografar a cidade tingida de violeta com o florescimento dos jacarandás em Buenos Aires

Argentina
Argentina, avenidas de Buenos Aires com os Jacarandás floridos na primavera, divulgação.

São aquelas vistas de postais pelas quais o conceito de “instagramável” foi inventado. A cidade portenha tingida de violeta, as ruas arborizadas com flores que dançam com o vento e fazem sombra ao passeio do momento, as pétalas que pintam o concreto: a tonalidade violeta do jacarandá toma conta da capital argentina. Buenos Aires na primavera – especialmente nos meses de novembro e dezembro – torna-se mágica, um ímã inconfundível para as lentes das câmeras ansiosas para capturá-la.

O feiticeiro em questão foi o arquiteto paisagista francês Carlos Thays, que viu o potencial de incorporar essa árvore à identidade de Buenos Aires e a tornou realidade no final do século XIX.  Um agradecimento eterno a ele pela imensa beleza da que podemos dar conta. Mais de quatorze mil exemplares são distribuídos pela cidade, mas são Palermo, Recoleta e Belgrano os bairros que tomam a dianteira. Se você está procurando uma boa fotografia, as avenidas Del Libertador e Figueroa Alcorta não falham.

– Caminhar no paraíso das tulipas em Trevelin, Chubut
Do céu, algum artista nos deu de presente esta pintura: um céu azul, montanhas com picos nevados, silhuetas verdes e um campo infinito de tulipas com as mais vívidas tonalidades rosas, violetas, vermelhas, amarelas e brancas.  A bússola patagônica marca uma explosão de cores no mês de outubro, que forma um arco-íris nas terras mais ao sul do mundo.

Esse atrativo turístico, localizado na rota 259, a 13 quilômetros do centro de Trevelin (na Área Natural Protegida Nant), está aberto cerca de um mês aproximadamente, começando nos primeiros dias de outubro. Dois milhões de flores se alinham sobre o campo ao pé dos famosos picos das montanhas Gorsedd e Cwmwl, que significa “Trono das Nuvens” em Galês. Um fato: além da correspondente foto selfie colorida, você pode tirar uma foto à noite. A lua, as estrelas, a figura da imponente montanha e as centenas de tulipas juntas combinam muito bem, você não acha?

C.Turismo

colunadeturismo@gmail.com