Seis lugares imperdíveis para aproveitar a neve em Bariloche

A temporada de inverno nem chegou ainda, mas Bariloche, na Argentina, já registrou as primeiras nevadas no mês de abril. Com temperaturas beirando 0° C, o frio do outono gera expectativas para o período mais gelado do ano, já que é também o tempo em que a cidade recebe o maior número de turistas. Considerado um dos principais destinos de inverno da América do Sul, Bariloche se prepara para a chegada dos visitantes, contando com melhor infraestrutura para que os viajantes aproveitem os pontos turísticos de neve.

 

Veja AQUI os melhores preços de passagens aéreas para ir a Bariloche.

 

Com os flocos cobrindo de branco as montanhas, as paisagens atraem os brasileiros, que não costumam ver neve no dia a dia. Em 2019, ainda antes da pandemia, Bariloche recebeu cerca de 40 mil turistas do Brasil durante o inverno. Na cidade, há opções tanto para quem deseja aventura quanto para quer tranquilidade, como snowboard, esqui nórdico, trenó, esqui alpino, passeios em bosque, passeios de barco e, também, variadas opções gastronômicas.

 

“Depois de dois anos sem receber turistas brasileiros, a expectativa da Emprotur e dos moradores da cidade é que os ‘hermanos’ nos visitem e tenham ótimas experiências nos diversos destinos da cidade, nas hospedagens e nos pontos gastronômicos. As nevadas no mês de outono nos dão esperança de que o inverno seja ainda mais atraente”, ressalta o secretário de Turismo de Bariloche, Gastón Burlon.

 

Alugue AQUI seu carro e fique mais a vontade em Bariloche.

 

Aos que desejam visitar a cidade argentina, mas não conhecem as atrações, a Emprotur, entidade de fomento ao turismo de Bariloche, listou seis locais propícios para visitação durante o inverno. A Argentina está com as fronteiras abertas para receber turistas que estejam com o esquema de vacinação completo contra a Covid-19.

 

Cerro Catedral: é o maior centro de esqui do hemisfério sul, com uma área de 600 hectares. O local contará com novas pistas de esportes de neve e mais um teleférico quádruplo para este inverno. A montanha possui 34 meios de elevação capazes de transportar quase 30 mil pessoas por hora, seja de bondinho ou teleférico. Do alto, o turista pode apreciar os mirantes e as paisagens dos lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez, além da Cordilheira dos Andes e o Cerro Tronador. Na região, há hospedagens e várias opções gastronômicas. Na base do monte, há a possibilidade de adentrar um bosque de lengas por meio de travessia feita com moto de neve. O Cerro Catedral fica a cerca de 20 quilômetros do centro da cidade.

 

Não fique desconectado, compre AQUI um chip internacional e siga se comunicando e conserve seu número do Brasil.

 

Cerro Otto: outra atração turística em que é possível vivenciar várias aventuras e vislumbrar lindas paisagens da Patagônia argentina, o Cerro Otto fica a dez quilômetros do centro de Bariloche, possuindo um caminho principal e trilhas para a prática de mountain bike e caminhadas. Para chegar ao cume da montanha, há teleféricos disponíveis para os visitantes, percorrendo 2,1 quilômetros. Lá no alto, encontram-se pistas de esqui nórdico e esqui alpino, além da possibilidade de poder contemplar a vista do lago Nahuel Huapi, da cidade, do lago Gutiérrez, dos montes Leones e Viilegas, de parte da estepe patagônica, do lago Moreno, além da Cordilheira dos Andes do Cerro Catedral. No Cerro Otto, localiza-se ainda a única confeitaria giratória do país com estrutura de vidro, que permite que os usuários possam desfrutar de várias paisagens em uma mesma experiência. O Albergue Berghoff, que abriga o Museu do Esqui, é outra atração do Cerro Otto que chama a atenção dos visitantes.

 

Compre AQUI sua hospedagem em Bariloche com os melhores preços.

 

Piedras Blancas: localizado no Cerro Otto, Piedras Blancas é o berço do esqui argentino. Constituindo-se como um parque de aventuras, o espaço tem tirolesa, teleférico, trenó, trilhas, tobogã de inverno e esqui (com aulas disponíveis aos iniciantes). Para chegar ao local, basta acionar os bondinhos aéreos. O parque conta com 3 quilômetros de pistas exclusivas para praticar o skibunda ou tubing. As vistas, a partir de Piedras Blancas, incluem os lagos Nahuel Huapi e Gutiérrez. Outra atração é o Parque Euca, que possui cinco níveis e 60 jogos e desafios, como pontes suspensas, redes, círculos de aço, tubos circulares de madeira e tirolesas. O passeio é propício para quem gosta de subir em árvores e ficar em contato com a natureza. Piedras Blancas fica a cerca de 15 quilômetros do centro de Bariloche.
Centro de Esqui Nórdico: localizado no Cerro Otto, a dez quilômetros do centro da cidade, o espaço possui estrutura para diversas atividades de inverno, como motos de neve, caminhadas com raquete, passeios de snowmobile e o próprio esqui nórdico, que é realizado na forma horizontal. O Centro oferece aulas e aluguel de equipamentos. Lá também tem um albergue, com gastronomia regional.

 

Cerro López: a cerca de 25 quilômetros do centro de Bariloche, o ponto turístico faz parte do Circuito Chico e fica a mais de 2 mil metros acima do nível do mar. No Cerro López, é possível contratar passeios a cavalo, fazer arborismo e se aventurar com raquetes na neve. O destino ainda oferece uma excursão que percorre três albergues de montanha: o López, o Roca Negra e o Extremo Encantado. O percurso contém mirantes naturais que permitem visualizar o parque nacional Nahuel Huapi.

 

Viaje tranquilo, viaje com seguro de viagens.

Seguro Viagem: América do Sul
AC 60 MUNDO COVID-19 QUARENTENA (EXCETO EUA) AC 60 MUNDO COVID-19 QUARENTENA (EXCETO EUA) Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (COMPLEMENTAR) R$ 75/dia*
Affinity 60 LATAM COVID-19 QUARENTENA Affinity 60 LATAM COVID-19 QUARENTENA Assistência médica USD 60.000 Bagagem extraviada USD 1.200 (SUPLEMENTAR) R$ 71/dia*
CORIS 30 BASIC +COVID19 CORIS 30 BASIC +COVID19 Assistência médica USD 30.000 Bagagem extraviada USD 1.000 R$ 21/dia*

 

Cerro Challhuaco: famoso por reunir diversas flores da Patagônia, o Cerro Challhuaco fica a 20 quilômetros do centro de Bariloche. Localizado no parque Nahuel Huapi, o destino possui um bosque de lengas, árvores típicas da região. É ali que se encontra o Espacio Neumeyer, local com atividades recreativas para todos os tipos de idade, a exemplo de caminhadas com raquetes de neve, esqui e trenó.

C.Turismo

colunadeturismo@gmail.com