Norte da Amazônia Airports assume operação do Aeroporto Internacional de Belém

A Norte da Amazônia Airports (NOA), concessionária formada por Socicam e Dix Empreendimentos, assume, a partir desta segunda-feira (4), a responsabilidade pela administração e operação do Aeroporto Internacional de Belém/Van-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro, localizado na capital do estado do Pará. Com 30 anos de duração, a concessão compreende operação, exploração e investimentos para elevar os níveis de eficiência do empreendimento.

Com a vitória com lance de R$ 125 milhões no leilão do Bloco Norte II de aeroportos durante a sétima rodada de concessões da ANAC, realizado em 18 de agosto de 2022, a NOA, concessionária decorrente do consórcio Novo Norte Aeroportos, nasce com a responsabilidade de administrar os Aeroportos Internacional de Belém e o Internacional de Macapá, no Amapá. Ao todo, o contrato prevê a realização de investimentos na ordem de R$ 875 milhões em melhorias de infraestrutura e ampliação de serviços dos dois empreendimentos.

O processo para assumir a operação dos aeroportos foi longo, mas concluído em Macapá em quatro de agosto e, agora, em Belém. A NOA liderou o Comitê de transição com participação de representantes das comunidades aeroportuárias, alinhando responsabilidades e apresentando os responsáveis de todas as áreas, garantindo a continuidade das operações sem interrupções, tudo conforme planejado no Plano de Transferência Operacional (PTO) em parceria com as equipes da Infraero.

“Este dia é um importante marco para a NOA. Finalizamos o processo de transferência do Aeroporto Internacional de Belém e, junto ao Aeroporto Internacional de Macapá, começamos nossa jornada de pelo menos 30 anos de duração para assistir as duas capitais”, destaca Marco Migliorini, diretor presidente da NOA. “Temos um plano bastante robusto de investimento nos dois empreendimentos e vamos, juntos aos nossos parceiros e sempre alinhados ao poder concedente, trabalhar para entregar dois empreendimentos do mais alto nível de modernidade, conforto, segurança e qualidade. Assim como estas duas importantes capitais do nosso País merecem, sempre na busca de potencializar ainda mais o desenvolvimento da região”, encerra Migliorini.

C.Turismo

colunadeturismo@gmail.com