Frota da JetSMART é reconhecida como a mais nova da América do Sul

JetSMART Airlines foi reconhecida, nesta semana, como a companhia com a frota de aeronaves mais jovem da América do Sul e a quinta mais nova mundialmente em 2024. A aclamação foi feita pela ch-aviation, empresa global de inteligência especializada no setor aéreo, que condecorou a companhia ultrabaixo custo pela idade média dos aviões de 3,05 anos.

A categoria “ch-aviation World’s Younger Aircraft Fleet Award” determina quais companhias aéreas operam atualmente as frotas de aeronaves mais jovens no mundo. Atualmente, a ch-aviation mantém um banco de dados de aeronaves com mais de 4.800 operadores ativos, mais de 77.000 aviões e 2.900 proprietários em todo o mundo.

Em relação à América do Sul, a JetSMART lidera a lista, superando companhias aéreas como Sky Airline, Clic, Azul e Avianca. Em âmbito mundial, a Starlux Airlines (Ásia) posicionou-se como a companhia com a frota mais jovem, com 2,04 anos em média por aeronave, seguida da Lynx Air (América do Norte), com 2,81 anos, Arajet (América do Norte), com 2,93 anos, e pela Vistara (Ásia), com 2,94 anos.

Estuardo Ortiz, CEO da JetSMART, comentou: “Ter a frota mais nova da região nos posiciona para alcançar menores custos de combustível e menores emissões de carbono, bem como melhores custos e margens de lucro. No nosso modelo, voar SMART é um elemento-chave de competitividade e sustentabilidade. Tudo isso contribui para sermos mais eficientes, confiáveis e prestemos um serviço de qualidade em novas aeronaves.”

Chegada da 33ª aeronave

Além do reconhecimento da ch-aviation, a JetSMART adicionou mais um A320NEO a frota nesta semana. Com a chegada da aeronave #33, que traz a imagem do gato güiña em sua cauda, a idade média dos aviões da companhia cai para 2,92 anos, consolidando a frota como uma das mais jovens voando pelo mundo.

Rodrigo Barrios, COO da JetSMART, disse: “Essa conquista é resultado de um processo constante de aquisição e incorporação de novas aeronaves, pilar essencial em nossa missão de oferecer a possibilidade de voar para mais pessoas a cada dia.”