ONU vai premiar iniciativas sustentáveis de turismo; veja

Turismo e sustentabilidade unidos como protagonistas de uma premiação: o Desafio de Projetos Verdes. A iniciativa é da agência das Organizações das Nações UnidasONU  para o Turismo, em parceria com o Banco de Desenvolvimento da América Latina e do Caribe (CAF). O objetivo é premiar startups, empreendedores, agências de turismo e operadoras com presença na América Latina e no Caribe, que tenham foco no impacto social e ambiental. As inscrições para o Desafio vão até o dia 30 de junho.

Entre os prêmios estão um investimento de 10 mil dólares; a mentoria e apoio da ONU e outros parceiros; um suporte personalizado para a empresa e bolsas de estudo para a Academia Online de Turismo da ONU. Além disso, o vencedor se tornará membro da Rede de Inovação em Turismo da ONU, onde terá apoio contínuo e oportunidades de participar dos projetos e eventos de Turismo da ONU.

Finalistas ainda serão convidados a apresentarem seus projetos no evento “ONU Turismo e aventuras tecnológicas – Projetos Verdes”, ainda sem data definida.

O Desafio de Projetos Verdes tem apoio do Ministério do Turismo brasileiro. A Pasta reconhece a premiação como uma forma de enaltecer e cooperar com as empresas e demais instituições que, por meio do turismo, contribuem para a geração de emprego, renda e valorização dos bens naturais do Brasil.

TENDÊNCIA – O turismo pode e deve contribuir, por meio da inovação, com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas até 2030. Para isso, a ONU Turismo conta com investimento superior a 214 milhões de dólares para as Top Startups.

Ofertar destinos que respeitem o desenvolvimento social e ambiental – promovendo o turismo rural e comunitário e reduzindo emissões e resíduos causados pela mudança no uso do solo – é uma das tendências do setor no mundo. Esta também tem sido a intenção dos turistas: destinos que gerem impacto positivo no meio ambiente e na sociedade.

INSCRIÇÕES E PÚBLICO-ALVO – Os interessados na premiação devem cumprir os seguintes requisitos: ter um carácter inovador/disruptivo e oferecem soluções sustentáveis e de valor acrescentado para o sector do turismo; aproveitar novas tecnologias e soluções inovadoras, especialmente no contexto das economias azul e verde; ter capacidade de oferecer indicadores de impacto positivo no contexto das economias azul e verde; ter potencial de crescimento, escalabilidade e aplicação na região; ter um produto ou projeto mínimo viável e pronto para ser desenvolvido e financiado; ter um plano de negócios estruturado e ter um estudo de mercado que justifique o plano de negócios.

O calendário do Desafio Projetos Verdes prevê o fim das inscrições em 30 de junho, a seleção dos projetos no período de 30 de junho a 30 de julho, e o anúncio dos finalistas no dia 31 de julho.