Jamaica realizará road show pela América do Sul

A Jamaica está de olho na América do Sul e quer fortalecer sua presença na região. Assim, o Escritório de Turismo da Jamaica (JTB, na sigla em inglês) confirma que é o momento certo para recuperar os números pré-pandemia. Atualmente, a entrada de turistas sulamericanos na ilha já chegou ao patamar de 70% dos níveis pré-COVID-19. Para ampliar o impacto de sua oferta turística, o JTB está estruturando uma grande missão empresarial entre 28 de julho e 4 de agosto de 2023 para Argentina, Chile, Peru, Brasil e Colômbia. “O desenvolvimento do impulso para ganhar participação de mercado para a América Central e do Sul começará para valer”, disse Ministro do Turismo, Edmund Bartlett, ao relembrar o bom relacionamento que havia sido construído antes da pandemia.

Antes da pandemia, a Jamaica tinha cerca de 11 voos semanais entre o Panamá e a Jamaica pela Copa Airlines conectando o destino nos aeroportos internacionais de Kingston e Montego Bay. Agora, a LATAM Airlines ampliou três voos semanais entre Lima (Peru) e Montego Bay, oferecendo conexões convenientes com cidades no Peru, Chile, Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai e Bolívia. “Achamos que a América do Sul está pronta para a Jamaica novamente. As respostas que obtive enquanto estive lá, reunindo-me com os ministros do Chile, Argentina, Brasil e Peru, indicam que suas economias estão novamente em condições de fornecer o fluxo para a região que tínhamos antes da COVID”, afirmou Bartlett, que viajou recentemente a Quito, Equador, para o 68º Encontro da Comissão Regional para as Américas (CAM) e o Seminário sobre Investimentos Sustentáveis da Organização Mundial do Turismo (OMT).

No primeiro semestre de 2023, a Jamaica já recebeu 2 milhões de turistas, o que gerou uma receita recorde de US$2 bilhões, 18% acima do mesmo período de 2019. Só em 2022, o destino caribenho recebeu aproximadamente 3,3 milhões de turistas estrangeiros e registrou uma notável recuperação de ganhos de US$3,7 bilhões em comparação com 2019.

A projeção para 2023 é de três milhões de visitantes, com um faturamento aproximado de US$ 4,2 bilhões. “Não deveria ser surpresa, então, que a Jamaica esteja se preparando para a melhor temporada turística de verão de todos os tempos”, finaliza o ministro. A Jamaica também está experimentando um aumento expressivo nas reservas de viagens aéreas no verão de 2023. Um crescimento de 33% em comparação com o verão de 2022.

Foto: Ministro do Turismo, Edmund Bartlett. Divulgação

C.Turismo

colunadeturismo@gmail.com