Salvador Bahia Airport conquista certificado sanitário internacional

O Salvador Bahia Airport, integrante da VINCI Airports, é o primeiro da Região Nordeste a conquistar a “Airport Health Accreditation” (AHA), Certificação Sanitária do Conselho Internacional de Aeroportos (ACI). Ela regula e promove o conhecimento das melhores práticas sanitárias para o setor aéreo. A conquista foi alcançada com base nos protocolos de segurança adotados durante a pandemia do SARS-COV-2, que tem como fundamento a campanha de conscientização da VINCI Airports “Protegendo uns aos Outros”. Com essa iniciativa da administradora de aeroportos, outras unidades da rede também receberam a certificação AHA, como o Aeroporto Internacional de Belfast (Reino Unido) e os três aeroportos administrados no Camboja (Phnom Penh, Siem Reap e Sihanoukville).

Para receber a acreditação, o Salvador Bahia Airport passou por uma avaliação voluntária do Programa Airport Health Accreditation, que verificou tópicos como limpeza e desinfecção, distanciamento físico, proteção de pessoal, layout físico, comunicações e instalações para passageiros. A avaliação foi realizada em todas as áreas e processos que envolvem os viajantes, incluindo o acesso ao terminal, áreas de check-in, canal de inspeção, portões de embarque, salões, comércios de varejo, alimentos e bebidas, áreas de controle de fronteira e suas instalações, área de restituição de bagagem e desembarque. 

“A acreditação reflete a preocupação da VINCI Airports desde o início da pandemia em tornar o Salvador Bahia Airport e todos os aeroportos da rede em um ambiente seguro para os viajantes e a comunidade aeroportuária. Nossas medidas de enfrentamento à Covid-19 agora ganham reconhecimento internacional, ratificando que todas as ações de sinalização, conscientização e adequação de infraestrutura e processos estão em consonância com os protocolos globais de segurança sanitária”, explica António Mendes, Diretor de Operações do Salvador Bahia Airport.

Protecting Each Other
No Salvador Bahia Airport, o passageiro conta com o cumprimento rigoroso das normas de segurança sanitária baseadas em protocolos internacionais e em conformidade com as orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aeroportos.  Algumas das medidas adotadas durante a pandemia são: aumento da frequência de higienização das áreas comuns, distâncias de segurança marcadas no chão, uso de barreiras de proteção nos balcões de check-in e disponibilização de álcool em gel no terminal. 

Além disso, outras soluções foram desenvolvidas e incluídas aos protocolos de segurança do aeroporto, como é o caso do túnel de desinfecção, instalado para higienizar as bandejas de maneira ainda mais eficaz, com uso de raios ultravioleta. 

Também houve inovação aplicada nos conjuntos sanitários. O “Banheiro 3.0” utiliza sensor de movimento para monitorar a ocupação e indica se o usuário pode entrar ou se deve procurar outro conjunto. Uma tela do lado de fora comunica em tempo real a ocupação do local – baixa, média ou máxima, evitando aglomeração na área interna. A solução está implantada na entrada dos conjuntos sanitários das áreas de maior circulação do Aeroporto.

C.Turismo

colunadeturismo@gmail.com