Colombiana Viva Air chegou em Argentina

O retorno do turismo receptivo internacional traz consigo o aumento de voos para nosso país e se vê refletido na chegada a Buenos Aires dos dois primeiros voos da linha aérea low cost da Colômbia, Viva Air. É um momento histórico já que tal linha aérea nunca havia tido uma rota para a Argentina e também não havia existido um voo que una sem escalas os destinos de Medellín e Buenos Aires.

Desta maneira, a Viva Air, realizará a rota que unirá Medellín com Ezeiza quatro vezes por semana e terá outras quatro frequências semanais entre Bogotá e Buenos Aires às segundas, quintas, sextas e domingos. As rotas são operadas com um Airbus a320 Neo. Medellín é a segunda cidade mais povoada da Colômbia, com quase três milhões de habitantes, pelo que a rota, a um baixo custo, poderá gerar um grande ingresso de turistas provenientes da cidade e arredores, à Argentina.

A Viva Air e o Instituto Nacional de Promoção Turística iniciaram as conversas para o início dos voos durante a feira Vitrine Turística Anato 2020 e Ricardo Sosa, Secretário Executivo do INPROTUR, declarou a respeito: “É um grande passo para a recuperação do turismo receptivo. Viemos trabalhando em conjunto com a Viva Air para que estas rotas possam ser realizadas e graças ao trabalho do Ministro de Turismo e Esportes, Matías Lammens e a todo o Instituto, estes voos já são uma realidade. Colômbia e Argentina estarão mais unidas agora e queremos que venham mais colombianos a conhecer nossos destinos.

Hoje estamos celebrando os voos inaugurais, fruto da gestão realizada durante dois anos e que iniciou em uma das feiras a qual o INPROTUR participa. Já estamos trabalhando promovendo a Argentina para que esses voos se encham de turistas colombianos”, finalizou Sosa.

Por outro lado, Félix Antelo, CEO da Viva Air, acompanhou um dos voos iniciais e expressou sua felicidade pelo início das operações: “É a primeira vez que a Colômbia e a Argentina vão se conectar através de uma linha aérea de baixo custo. Com a entrada da Viva Air, as tarifas em geral caíram entre 40% e 50%. Vai nos permitir aumentar o fluxo de passageiros colombianos e argentinos por ano. Apontamos a ter uma quinta frequência semanal em cada rota a partir de setembro ou outubro deste ano”.

Depois de inúmeros encontros entre a Viva Air e o INPROTUR, em abril deste ano se concretizou a autorização da Administração Nacional de Aviação Civil (ANAC) para que a linha aérea low cost possa operar ambas as rotas para a capital argentina. A respeito, Antelo disse: “Quero agradecer ao INPROTUR por todo o trabalho como ao Ministério de Turismo e Esportes pela ajuda a promover as rotas aéreas”.

A Viva é uma linha aérea de baixo custo com uma antiguidade de 10 anos. Possui em sua frota a mais de 20 aviões. Conectam a Colômbia com vários destinos nacionais e outros na América como Lima, Cusco, Miami, Orlando, Cancun, México DF, Punta Cana e em breve abrirão mais rotas para o Caribe. A partir de 22 de junho também conectarão Medellín com São Paulo, Brasil.

C.Turismo

colunadeturismo@gmail.com